Por que, cientificamente, os leitores são as melhores pessoas para se apaixonar?

13 de set de 2014

É, se você viu esse título e ficou curioso sobre o que falarei aqui, então, chega cá, pega sua xícara e vamos tomar um chá, quer dizer, conversar sobre o que saiu no Elite Daily. Eu tentei traduzir para vocês saberem mais sobre essa pesquisa maravilinda. Essa matéria é INCRÍVEL, e enorme, mas achei que gostariam de lê-la por inteiro, e caso não queiram, destaquei algumas partes importantes. O texto é tão incrível que depois que o li para minha mãe ela correu pegar um livro para voltar a ler. Parte da tradução foi feita pelo blog Leitores Possessivos. Ah, e desculpem-me se houver erros, pois é a primeira vez que traduzo algo para postar no blog!

Já terminou um livro? Quero dizer, realmente terminou um? Capa a Capa. Você respira, do fundo dos seus pulmões e se senta lá. O livro em suas mãos, os olhos observando a capa, a contracapa, e a parede em frente a você. Você está pensativo. Você se sente como se um pedaço de você tivesse aumentado ou se perdido. Você acabou de experimentar algo íntimo, profundo. (Talvez, erótico?). Você apenas teve uma metamorfose intensa e um tanto transitória.

Como se apaixonar por um estranho que você nunca verá novamente, você sofre com o anseio e a tristeza de uma estória que terminou, mas, ao mesmo tempo sente-se satisfeito. Completo com a experiência, a conexão e a riqueza que vem depois de viver com uma outra alma. Você se sente alimentado, mesmo que apenas por pouco tempo.

Esse tipo de leitura, segundo a revista Time Annie Murphy, é chamado de "leitura profunda", uma prática que está prestes a ser extinta, já que as pessoas estão lendo menos. A pior parte dessa iminente extinção é que os leitores são comprovadamente mais legais e inteligentes que um não-leitor, e talvez as únicas pessoas por quem vale a pena se apaixonar na superfície da terra.

Eles podem compreender outras ideias sem rejeitá-las e ainda manter as suas, o que deveria ser uma característica inata do ser humano. Mas só consegue adquirir esta característica quem tiver níveis de experiências sociais para entender que seu último parceiro era apenas um narcisista. Você já viu seu ex com um livro? Já falou com ele sobre livros? Se nunca, você deveria pensar sobre mudar o seu tipo.

Não é nenhuma surpresa que os leitores são pessoas melhores. Tendo experimentado a vida de outra pessoa através de olhos abstratos, eles aprenderam o que é deixar seus corpos para ver o mundo através de outros quadros de referência.

Eles têm acesso à centenas de almas e à sabedoria de todas elas. Eles já viram coisas que você nunca entenderia e mortes de pessoas que você nunca conhecerá. Eles aprenderam como é ser uma mulher, e um homem. Eles sabem como é ver alguém sofrer. Eles têm uma sabedoria que vai além da sua idade.

Um estudo de 2010 reforça essa ideia com resultados que comprovam que as crianças que são leitoras têm vantagem, pois são mais sábias, adaptáveis e compreensivas do que aquelas que não possuem o hábito. Porque ler é algo que te molda e acrescenta. Cada triunfo, lição e momento crucial do protagonista se torna o seu próprio.

Toda dor e dura verdade do personagem se torna sua e você tem que suportá-la. Você já viajou com autores e experimentou sentimentos como, a tristeza e a angústia. Você viveu mil vidas e aprendeu com cada uma delas.

Se você ainda está à procura de alguém para completar você, para preencher o vazio do seu coração isoladamente-curado, olhe para a raça que está morrendo. Você vai encontrá-los em lojas de café, parques e metrôs. Você vai vê-los com mochilas, sacos de ombro e malas. Eles serão curiosos e emotivos, e você perceberá isso nos primeiros minutos de conversa.

Eles não vão falar com você... vão conversar com você.
Eles vão escrever cartas e poemas para você. Eles são expressivos e descritivos, mas não de um modo desagradável. Não apenas respondem uma pergunta e dão declarações sobre ela, mas contra-atacam com teorias e pensamentos profundos. Eles vão te encantar com seus conhecimentos de palavras e ideias.

De acordo com o estudo, "O Que a Leitura Faz Para a Mente" por Anne E. Cunningham da Universidade da California, Berkeley, ler proporciona uma aula de vocabulário que crianças nunca obteriam frequentando a escola. Segundo Cunningham, "A quantidade do crescimento do vocabulário durante a vida de uma criança ocorre mais indiretamente através da exibição da linguagem do que pelo ensino direto".

Faça um favor a si mesmo e namore alguém que realmente saiba como usar as palavras e se expressar através delas.

Eles não vão querer apenas você... Eles compreenderão você.
Você só deve se apaixonar por alguém que possa ver sua alma. Deve ser alguém que tenha atingido dentro de você, aquelas partes mais íntimas que ninguém poderia ter encontrado antes. Deve ser uma pessoa que não apenas te conhece, mas que te entende totalmente.

De acordo com o psicólogo David Comer Kidd, na New School for Social Research, "O que grandes escritores fazem é levar você para dentro da estória, a partir da sua escrita. Na ficção literária, as lacunas dos personagens transformam sua mente para também tentar entender a mente das pessoas ao seu redor".

Isso é provado repetidas vezes, mais pessoas tornam a leitura um hábito. Sua habilidade de se conectar com personagens que eles não encontraram fazem eles entenderem as pessoas ao redor de forma muito mais fácil. Eles têm a capacidade de empatia. Eles podem nem sempre concordar com você, mas eles vão tentar ver as coisas do seu ponto de vista.

Eles não são apenas inteligentes... São sábios.
Ser excessivamente inteligente é desagradável, mas ser sábio é um ponto positivo. Há algo irresistível em alguém com quem você pode aprender. A necessidade de uma conversa espirituosa e divertida é mais indispensável do que você pode acreditar, e se apaixonar por um leitor vai melhorar não só a conversa, mas também o nível da mesma.

De acordo com Cunningham, leitores são mais inteligentes devido ao maior vocabulário e habilidades de memória, além da capacidade de detectar padrões. Eles possuem funções cognitivas superiores à média dos não-leitores, e podem se comunicar de maneira eficaz e completa.

Encontrar alguém que lê é como namorar milhares de almas. É ganhar a experiência que eles ganharam de tudo que já leram e a sabedoria que vem com essas experiências. É como namorar um professor, um romântico ou um explorador.

Se você namorar alguém que lê, então você, também, viverá milhares de vidas diferentes.
8 comentários:
  1. Amei, Carla! Mandei até para o meu namorado. haha
    Você é tão novinha, mas tem talento! Adorei o seu blog.
    Beijos, linda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostpu Nataly!! Fiquei muito feliz com o seu comentário e obrigada ♥
      Beijinhos

      Excluir
  2. Respostas
    1. Eu imaginei que você adoraria mesmo <3

      Excluir
  3. gostei muito carla <3
    Te espero no meu blog e se gostar dele curta a fanpage e fique por dentro de tudo! ♥

    www.Bikoti.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bibi, que bom que gostou e quando for colocar o link do seu blog, você pode fazer assim ó, porque fica mais fácil e cria um link: (AMEI seu blog ♥)

      Blog - Facebook

      Excluir

 
Todos os direitos reservados © - Tecnologia do Blogger Layout e desenvolvimento por Carla Vieira · Ilustração por Laura Melo