A Lista - Cecelia Ahern

15 de jun de 2015

A Lista
Cecelia Ahern
Novo Conceito, 2015
380 páginas

Kitty Logan tem 32 anos e aos poucos está perdendo tudo o que conquistou: sua carreira está arruinada; seu namorado a deixou sem um motivo aparente; seu melhor amigo está decepcionado com ela; e o principal: sua confidente e mentora está gravemente doente. Antes de morrer, Constance deixa um mistério nas mãos de Kitty que pode ser a chave para sua mudança de vida: uma relação de nomes de pessoas desconhecidas. É com base neles que Kitty deverá escrever a melhor matéria de sua carreira. Quando começa a ouvir o que aquelas pessoas têm a dizer, Kitty aos poucos descobre as conexões entre suas histórias de vida e compreende por que foi escolhida para dar voz a elas.


Katherine Logan, mais conhecida como Kitty, é uma jornalista muito ambiciosa e inteligente. Após construir uma carreira de sucesso na Revista Etcetera, foi contratada para cobrir notícias no programa de televisão Thirty Minutes.

Esse sempre foi o sonho de Kitty, a atmosfera dos estúdios de TV a encantavam. Ela não se contentava mais com matérias medíocres e bobas, como as que escrevia antes. Kitty estava em busca de sua primeira grande oportunidade, mas, para isso, ela acabou colocando de lado os princípios éticos de uma jornalista, e acabou contando uma mentira que arruinou a vida de um homem inocente.

Tanto a emissora de TV, quanto Kitty acabaram sendo processadas. A Emissora foi obrigada a pagar uma alta quantia de indenização para Colin Maguire, o homem inocente que teve sua vida destruída pela reportagem de Kitty. No entanto, essa nem foi a pior parte, Kitty teve sua imagem e credibilidade queimadas perante todos e passou a ser alvo diário de revoltas, tendo seu apartamento frequentemente vandalizado.

A única pessoa com que ela poderia contar era sua amiga, mentora, fundadora e editora da Etecetera: Constance, que está internada devido a um câncer em estado terminal. Constance é a única pessoa capaz de enxergar a verdadeira essência de Kitty e acreditar que ela poderia superar tudo isso, que o que lhe faltava era apenas uma motivação. Então, Constance decide contar a Kitty que possui em sua casa um envelope cujo conteúdo é o tema para uma das melhores matérias a ser escrita em sua revista – e que isso poderia ser a chance que Kitty precisava para recomeçar a sua vida.

Mas, em menos de uma semana, Constance vem a falecer e Kitty se vê perdida com apenas uma lista com cem nomes de pessoas que nunca ninguém tinha ouvido falar. Ao contar a ideia aos seus superiores, Kitty tem permissão para começar a trabalhar na matéria, mas recebe um prazo de apenas duas semanas. Então, começa a trabalhar arduamente em sua matéria, correndo contra o tempo para descobrir quem são aquelas pessoas que não parecem ter nenhuma ligação umas com as outras e qual seria a ideia por trás de todos aqueles nomes, a fim de criar a matéria que poderia salvar sua carreira e acima de tudo, honrar o nome de sua melhor amiga.

Minhas impressões

“A Lista” foi para mim um daqueles livros que te encantam já na primeira página. É um romance bem leve e delicioso de ler, pois você quer saber logo o que vai acontecer com a tal lista e se a vida de Kitty vai se ajeitar no final, pois no decorrer do livro inteiro as coisas vão só piorando, a ponto de me fazer achar que os problemas de Kitty nunca acabariam e que ela nunca mais teria a chance de ser quem era antes ou de ter sua vida e reputação de volta. Mas foram justamente essas tragédias que fizeram com que Kitty se tornasse uma pessoa forte, lutando para não se deixar abater e tentando reerguer a sua vida da melhor forma possível.

Quando cheguei na metade do livro e percebi que ainda não sabia a conexão entre todas essas pessoas, fiquei achando que seria impossível que a autora conseguisse atar todas as pontas soltas em tão poucas páginas e imaginei que o final poderia não ser tão bom por conta disso. Eu subestimei o talento de Cecelia Ahern, o desenrolar da segunda metade da narrativa foi tão bom quanto da primeira e tudo terminou de uma forma perfeita, não consigo imaginar um desfecho mais perfeito do que o que foi dado.

O final foi muito emocionante e me ensinou que todos somos pessoas especiais e temos boas histórias para contar. Algumas pessoas não se acham interessantes, se acham feias e insignificantes. Cecelia mostrou que cada pessoa tem sua própria história. Cada pessoa pode ser importante, pode fazer grandes coisas, e que geralmente fazemos grandes gestos, mas não nos damos conta das coisas lindas que deixamos pela vida e de que podemos fazer a diferença nas vidas das pessoas ao nosso redor!

"Todo indivíduo em qualquer parte do mundo tem uma história extraordinária para contar. Talvez pensemos que somos pessoas comuns, que nossa vida é entediante (...). Mas a verdade é que todos nós fazemos coisas fascinantes, admiráveis e das quais deveríamos sentir orgulho. Todos os dias as pessoas fazem coisas que não são comemoradas. Coisas que deveriam ser estampadas nos jornais. Os heróis anônimos, as pessoas que não se consideram heroínas porque estão fazendo simplesmente o que acreditam que têm de ser feito em sua vida." p. 373

Cada pessoa daquela lista tinha uma história e uma lição a nos ensinar. Uns queriam ser perdoados, outros reconhecidos, mas cada um deles, à sua maneira, nos deixou uma lição. Espero que vocês leiam o livro e aprendam com ele, reflitam sobre suas vidas, sua história e percebam que todos sempre tem uma história para contar...

6 comentários:
  1. Anônimo17.6.15

    Comecei a ler esse livro mas não consegui ler até o final porque achei meio chatinho. Hihi
    Ai posta mais tutoriais pra blogger please <3 tipo uma caixa de busca descente porque essas q tem ai pra personalizar meu Deus. Por favor faz! Uma no "estilo" do www.followyourdreams.com bj bj ano teu blog

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério Anônimo? Que pena! Depois tenta dar mais uma chance!
      Vou fazer o possível, na verdade, já tenho umas coisinhas prontas haha
      Gostei da ideia da caixa de busca!!!
      Beijos

      Excluir
  2. Não conhecia esse livro, mas parece ser bom! A capa é linda.

    Beijos
    www.cerejablack.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A capa é um arraso haha
      Beijos

      Excluir
  3. Só li um livro da Cecelia até hoje (Simplesmente Acontece), e pela sua resenha percebi que é uma característica da autora o drama e os finais que nos fazem pensar na vida. Me interessei pela história e achei essa capa linda *-* adorei a resenha, beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, os livros da autora são bem reflexivos!
      Fico feliz que gostou, beijos

      Excluir

 
Todos os direitos reservados © - Tecnologia do Blogger Layout e desenvolvimento por Carla Vieira · Ilustração por Laura Melo