É só um dia ruim, não uma vida ruim

1 de fev de 2017

Todo mundo tem seus dias ruins. Quem nunca acordou se sentindo uma droga? Há dias que parece que o mundo conspira contra você, tudo que tem pra dar errado na sua vida, dá errado em um único dia. Você acorda atrasado, seu cabelo está horrível, esquece de fazer algo importante, tropeça numa pedra, chega em casa e descobre que perdeu a chave chave e fica se perguntando o que (diabos) está acontecendo.

E depois de tantos problemas, parece que a única coisa que resta é dormir para que aquele dia acabe logo e você possa recomeçar no dia seguinte. E muitas vezes o melhor a se fazer é isso mesmo. Se você sentir que precisa ficar na cama, lendo e ouvindo música, fique. Se precisar dormir o dia inteiro, durma. Se quiser ficar jogado no sofá vendo Netflix, ignorando o mundo lá fora, faça isso. Se precisar chorar, chore. Se precisar se sentir mal, se permita. E sabe o porquê? Porque vai passar.

Tudo na vida passa, dias assim também logo vão embora. Não abra mão de todos os seus planos, sonhos e metas por causa de um dia ou uma semana ruim. Se dê uma pausa. Apesar de tudo o que pode ter dado errado, você ainda possui muito pelo que agradecer. Foque seus pensamentos nisso, lembre-se de todas as coisas boas que já te aconteceram e assim irá perceber como um dia ruim é insignificante perto de uma vida inteira que te espera.

Tudo na vida é passageiro, tanto as coisas ruins como as boas. O que está acontecendo é apenas um momento que logo não existirá mais e provavelmente você nem se lembre. Independente do que seja, você tem que acreditar na sua capacidade de recomeçar. Então, por pior que esteja se sentindo, lembre-se de que isso vai passar e as tudo irá voltar ao normal.

Reclamar e entrar em desespero não muda nada. Esses pequenos contratempos da vida que trazem tanto aborrecimento, na verdade, só conseguem nos afetar porque damos a eles mais atenção do que merecem. Repita para si mesmo "isso vai passar, é só um dia ruim, não uma vida ruim" para lembrar-se de que, independente do que esteja acontecendo, não merece o desperdício do seu tempo e não é mais importante que a sua paz.

30 comentários:
  1. Concordo bastante com seu texto, Carlota!
    Ano passado foi bem difícil para mim, porém eu me respeitei e respeitei os meus sentimentos, resultando em amadurecimento, autoconhecimento e confiança.
    Beijos açucarados :3

    ResponderExcluir
  2. Sabe quando o texto parece ter sido escrito pra você?
    Me senti assim lendo esse <3 Precisava muito ler algo assim, tenho passado por dias bem caóticos na minha vida, e tenho me desesperado um pouco." Reclamar e entrar em desespero não muda nada. Esses pequenos contratempos da vida que trazem tanto aborrecimento, na verdade, só conseguem nos afetar porque damos a eles mais atenção do que merecem. " Você tem toda razão. Vou me acalmar e manter minha cabeça organizada. As coisas vão melhorar.
    Obrigada por compartilhar esse texto tão lindo <3
    Beijo
    https://qadulta.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sei sim Poliana! Que ótimo que o texto tenha te ajudado, é essa realmente a intenção sabe?
      Vai melhorar sim, pode ter certeza <3
      Obrigada pelo comentário! São comentários assim que me motivam!
      Beijos

      Excluir
  3. A vida tem dessas coisas né? momentos ruins em que tudo parece mega ruim e pensamos que a vida é ruim, mas é apenas um momento e logo passa...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Paac!
      A vida é assim mesmo, faz parte sabe <3
      Beijo

      Excluir
  4. Olá, tudo bem?

    Adorei o texto, me identifiquei muito com ele ♥ Um beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou do texto!
      Bj

      Excluir
  5. Olá Carla, tudo bem?
    Achei o texto muito bom, adorei e me identifiquei com ele. A vida é assim, feita de momentos bons e ruins, mas às vezes os nossos momentos ruins não são tão ruins quanto imaginamos e tudo na vida passa!
    Bjuss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Exatamente ♡
      Fico feliz que tenha gostado do texto.
      Bjs

      Excluir
  6. Hey, Carla!

    Como você disse, todo mundo passa por isso. Comigo não é diferente.
    Ano passado foi um ano bem difícil pra mim e eu tive que sofrer muito antes de aceitar que não estava em minhas mãos e que só me restava esperar passar.
    Bem, na verdade, ainda continuo esperando, mas agora eu sei que a culpa não é minha. Então já não me deprimo mais por isso. :)

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente Sandra, é só uma questão de ter fé e paciência :D
      Que ótimo que você conseguiu/aprendeu aceitar!
      Beijos

      Excluir
  7. Olá Carla! Muito inspirador seu texto, creio compartilhar do mesmo pensamento, embora ocorra momentos de deslizes (vamos assim dizer), tudo é momentâneo sejam os momentos ruins ou ruins (esse último, cabe a nós ter oportunidade de aproveitar ao máximo quando aparece).

    http://umreinomuitodistante.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Que bom que gostou do texto!
      beijos

      Excluir
  8. Já nem sei quantas vezes já acordei com vontade de continuar na cama e não ter que enfrentar os problemas do dia. Quantos dos meus dias não foram horríveis; quantas vezes já quis desaparecer ou mudar de vida. Mas é o que você disse: Tudo na vida passa; até os problemas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também já parei de contar, é bem ruim! Mas vai passar ok?
      Beijos

      Excluir
  9. Ótimo texto! Eu vi essa frase em algum lugar, acho que no livro Faça amor, não faça jogo (não tenho certeza) e ela é muito real!
    às vezes a gente foca tanto no que acontece de ruim que deixa as boas passarem.

    Duas Leitoras - no Top Comentarista de fevereiro você pode escolher entre 4 livros!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa frase já vi em vários lugares! E é realmente muito real <3
      Beijos

      Excluir
  10. Oi Carla,
    Adorei o texto! Terminei de ler com um sorriso no rosto. Parabéns!
    Beijos,
    André, do Garotos Perdidos
    Tem sorteio de 2 livros rolando lá no blog. Não deixe de participar :}

    ResponderExcluir
  11. Olá Carla, adorei seu texto e a reflexão, uma dica ótima para sempre levar a vida pensando positivamente *-*

    Meu Mundo, Meu Estilo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim Jéssica!
      Obrigada pelo conentário!
      Bjs

      Excluir
  12. Que texto lindo!
    Realmemte a vida é assim. Muitas, muitas vezes mesmo me sinto uma droga e fico irritada com todo mundo. Uma simples decepção se torna um dramalhão e eu fico bem pra baixo. No meu caso sempre é a TPM rs. Não que eu nunca tenha me sentido assim em outros momentos. É que esse sentimento é tão rotineiro quando meus hormônios estão a flor da pele que seu texto descreveu eles. Eu sempre penso: é só um dia ruim, isso vai passar daqui uns dois dias.
    Abs e parabéns pelo texto ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Francine!
      A TPM é bem complicada mesmo, coisas pequenas nos deixam pra baixo haha
      Beijos

      Excluir
  13. Gustavo Woltmann7.2.17

    Voce ja fez um post falando de tudo o que voce tem planejado para 2017? Espero q sim, se nao vai fundo! Desanimar nunca! Eu sei que eh dificil mas vc tbm sabe que tudo eh possivel e vc esta fazendo um excelente trabalho! Continua persistindo! Bjao e abracos! Fique com Deus!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Gustavo! Acho que irei fazer um post haha Beijos

      Excluir
  14. Texto lindo, amei. As vezesa gente se deixa levar pelo desanimo e sofremos demais por antecipação, tornando os problemas piores do que realmente são. Daí um dia se torna dois, três, uma semana ruim e por aí vai...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente Thaisa!
      Obrigada pelo comentário <3

      Excluir
  15. Acho que todas as coisas na vida são passageiras, e que bom que são para darem lugares a novas coisas. Adorei o seu texto.

    ResponderExcluir

 
Todos os direitos reservados © - Tecnologia do Blogger Layout e desenvolvimento por Carla Vieira · Ilustração por Laura Melo