Harry Potter e a Criança Amaldiçoada - J. K. Rowling, Jack Thorne e John Tiffany

13 de fev de 2017

Harry Potter e a Criança Amaldiçoada
J. K. Rowling, Jack Thorne e John Tiffany
Editora Rocco, 2016
352 páginas

“Sempre foi difícil ser Harry Potter e não é mais fácil agora que ele é um sobrecarregado funcionário do Ministério da Magia, marido e pai de três crianças em idade escolar. Enquanto Harry lida com um passado que se recusa a ficar para trás, seu filho mais novo, Alvo, deve lutar com o peso de um legado de família que ele nunca quis. À medida que passado e presente se fundem de forma ameaçadora, ambos, pai e filho, aprendem uma incômoda verdade: às vezes as trevas vêm de lugares inesperados."



Como fã de Harry Potter, não posso negar que eu estava simplesmente louca para ler esse livro, mesmo sabendo que não é um romance e que não é uma obra da própria J. K. Rowling. É claro que tem uma essência dela na história, mas é importante frisar que foi apenas baseado em uma história da Rowling. Gente, eu não consigo explicar em palavras a felicidade que senti em reencontrar os meus personagens tão queridos e reviver a magia, deu aquela nostalgia gostosa, sabem? Então, vamos saber um pouquinho mais sobre o livro!

A trama se inicia no momento final de Harry Potter e as Relíquias da Morte, 19 anos após a épica Batalha de Hogwarts. E já na primeira cena temos o gostinho saudoso do mundo criado por J.K. Rowling, revisitando as personagens já mais velhas com seus respectivos filhos embarcando para a maior escola de magia e bruxaria de todos os tempos.

A história gira em torno de Alvo Potter, o filho mais novo do Harry, e o seu grande fardo por carregar o nome "Potter" nas costas. Alvo também tem um relacionamento muito conturbado com o pai, que se faz bastante ausente por causa do emprego. Chegara o momento de Alvo estudar em Hogwarts.

Temeroso pelo seu primeiro ano, as coisas saíram pior do que ele podia imaginar, já que, para começar, o Chapéu Seletor o mandou para a Sonserina, fazendo-o se sentir um traidor dos Potter. Além disso, ele em nada lembrava o pai, corajoso, heroico e bom em feitiços. Sendo assim, se tornou objeto de diversas piadas e comentários hostis, se isolando cada vez mais e guardando no peito um profundo rancor, tornando-se amigo de ninguém menos que Escórpio Malfoy.

A história começa a se desenrolar de verdade quando Alvo escuta uma conversa entre Harry e Amos Diggory em que eles conversam sobre a possibilidade de usar um Vira-Tempo para impedir a morte de Cedrico, e Alvo decide mudar o passado do jovem bruxo com a ajuda do seu amigo Escórpio. Não é difícil de imaginar que as coisas não saem muito bem como planejado, não é mesmo?

O que acontece, é que a cada tentativa, Alvo criava reverberações temporais que mudavam por completo o futuro, a ponto de Escórpio voltar para um mundo dominado por Voldemort, em que Harry estava morto e Alvo nunca tinha nascido...

Minhas Impressões

Lendo algumas resenhas de Harry Potter e a Criança Amaldiçoada pela internet eu percebi uma quase unanimidade nas opiniões: a maioria dos leitores reclamam que o livro não é um romance e sim uma peça, então é óbvio que não há um aprofundamento e muitos detalhes, e há sim muitos furos na história também. Mas, a própria J. K. Rowling alertou aos fãs que não esperassem um romance. E convenhamos que, para um roteiro, a história está muito bem escrita. Obviamente me irritei com algumas coisas (o que não garantiu as 5 estrelas), mas nada que mudasse a essência do livro.

Eu considero a história uma fanfic muito bem escrita, mas que não se encaixa perfeitamente com os outros livros entende? Além disso, li o livro em poucas horas, já que a história é bem rápida e, como eu disse antes, sem muitos detalhes e aprofundamentos, mas por ser um roteiro eu já esperava por isso, então não houve nenhuma decepção. O que eu senti, realmente, foi aquele quentinho no coração de quando a gente reencontra pessoas de que gostamos muito.

Tenho a reclamar do quanto o filho de Harry: Alvo é totalmente diferente do pai! A personagem conseguiu me tirar do sério. Por mais que ele não entenda Harry, tem muito do seu egocentrismo e teimosia. O menino está certo de que a sua vida é uma porcaria e não enxerga um palmo à frente. Não é à toa que terá de enfrentar diversas provações para que amadureça um pouco. Por outro lado, Escórpio é totalmente diferente de Malfoy e muito adorável!

Harry Potter e a Criança Amaldiçoada fala muito sobre a difícil relação entre pais e filhos, os erros cometidos devido à super-proteção. Todos nos sentimos culpados por algo que fizemos no passado, mas lamentar ou tentar corrigir com mais equívocos não é a solução, e é isso que os autores nos ensinam nesse exemplar.

Resumindo, o livro é um prato cheio para os fãs do mundo criado por J. K e, em minha humilde opinião, extremamente satisfatório, além de cumprir com o seu propósito: matar um pouco da saudade que temos de toda a magia. A única dica que dou é não criar muitas expectativas baseadas na escrita da J. K. Rowling ou então realmente se decepcionarão. Pensem que é uma história que foi criada para nos deixar um pouco menos órfãos de Harry Potter.

28 comentários:
  1. Adorei sua resenha! Até agora só vejo fãs falando mal desse livro. Ainda não li, mas quero muito um exemplar para começar o quanto antes.
    Beijos.

    https://freetimenerd.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Patricia! Sim, também li muitas críticas negativas!
      Beijos e espero que leia e tire suas próprias conclusões!

      Excluir
  2. Oi, Miss Carlota.
    Eu li sua resenha e achei-a bem parecida com a feita pela Miss Mari Santarém, que é superfã de Harry Potter, em que ela elogia o livro, porém fica um tiquinho decepcionada com a trama.
    Confesso que essas críticas são a razão principal para eu ainda não ter comprado A Criança Amaldiçoada... Será que gostarei?
    Não vejo algo mais bem feito do que o Chapéu Seletor colocar o Alvo Severo na Sonserina, mas se o filho do Malfoy é tão encantador, bem que ele podia ser da Lufa-Lufa como essa que vos fala, né?
    Beijos açucarados.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Bruuh!
      Não conhecia a mari e me apaixonei pelo canal dela! Obrigada pela indicação!
      Compre e descubra você mesma, as opiniões também estão divididas!
      Concordo plenamente! Ele seria um belo lufano!
      Bjs

      Excluir
  3. Eu QUERO e vou (meta) ler esse livro ainda esse ano hahahahahahhaa
    Gostei da sua crítica e só aumentou a minha curiosidade

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahah leia siim!
      Beijos e obrigada pelo comentário <3

      Excluir
  4. Pois então menina. Eu fiquei com muito receio de ler por conta das coisas negativas que falaram. Mas em todo o caso, eu não tenho interesse, por não gostar do tipo da escrita. Ainda bem que agora ta saindo os filmes maravilhosos com o Newt ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, os filmes estão realmente maravilhosos e estou super feliz com a volta de HP!
      Beijos

      Excluir
  5. Olá! Conhecia por cima esse livro até ler a sua resenha, não sabia que foram outros autores responsáveis por ele. De HP gosto demais dos filmes e quero muito ler os livros, mas no momento não estou inclinado a ler sagas, a sua opinião sobre o livro foi muito sincera, ótima resenha.

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Eu estou com esse livro aqui em casa...Hehe... Mesmo com tantas críticas negativas foi impossível não querer voltar um pouquinho ao universo de HP, afinal, sou viciada. Foi com os livros dá saga que aprendi inglês. :)
    Você tem razão: o segredo é não ter muitas expectativas e se divertir com a leitura. Farei isso.
    Beijos!
    Gatita&Cia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que goste da leitura e obrigada pelo comentário!
      Beijos

      Excluir
  7. Adorei sua resenha, principalmente por ser consciente do gênero e não ficar de mimimi. A galera sabia que iria ser uma peça e quer algo como um romance. Enfim, não li o livro, não li nenhum HP #memate. Mas não é por falta de interesse, é uma das minhas metas para esse ano. Enfim, espero adaptação pros cinemas...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, vi muita gente reclamando sem levar fatores importantes em consideração sabe?
      Que bom que gostou da resenha!
      E vai ler esse livros!! haha
      Abs

      Excluir
  8. Oi, tudo bem?
    Já li muitas resenhas desse livro, mas nenhum deles conseguiu me convencer a ler. Ok, eu amo HP, mas a história pareceu tão fora do comum - não por ser uma peça -, por conta das coisas que li. Enfim... Quem sabe um dai eu dê uma chance. Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem sabe né Aline! Eu realmente não recomendo o livro, apesar de ter gostado da leitura, ele gerou muitas controvérsias...
      Beijos

      Excluir
  9. Olá, tudo bem?

    Eu já li diversas resenhas desse livro HP e A Criança Amaldiçoada. No momento eu não pegaria para ler pelo simples motivo que ainda não li os livros anteriores sobre HP, pretendo fazer no futuro. Gostei da sua resenha e é legal saber que o livro te agradou!
    Bjuss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que ótimo!
      Obrigada pelo comentário!
      Beijos

      Excluir
  10. Carla, pra mim esse livro foi uma tremenda decepção.
    E o que menos gostei, foi aquele desentendimento sem sentido entre Harry e Alvo. Não havia motivo pra eles não se entenderem na história e, se houve, não foi explicado ali. Achei muito sem sentido a rebeldia de Alvo.
    Gostei muito de rever alguns personagens, mas odiei por vários outros motivos... rs.

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Sandra!
      Eu entendo perfeitamente sua opinião, só não me decepcionei por já estar preparada para o que eu iria encontrar sabe?
      Beijos

      Excluir
  11. Oie
    tenho visto muitos elogios e empolgações dos fãs e entendo, parece ser um livro e tanto depois de uns anos sem publicar algo de hp, eu ainda não li os livros mas quero muito e adorei a sua resenha, parabéns

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Olá,
    Mesmo curtindo muito a saga de HP não quero ler este livro porque é teatro. Simplesmente fico entediada lendo livros em formato de peças de teatro. Mas ouvi falar da história, e parece ser bem encaixada no mundo de Harry Potter.

    http://euinsisto.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também estranhei no início Debyh, mas logo vc se acostuma haha
      Beijos

      Excluir
  13. Comecei a ler o livro e sinceramente olha, até agora tem mais erros e coisas ruins do que boas..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, te entendo, a história tem muitos furos mesmo...

      Excluir
  14. Gente, que resenha maravilhosa! Eu nunca li os livros de Harry Potter - sim, me julgue - por isso não teria como ler esse. Mas já vi várias pessoas falando o quanto se decepcionaram com esse livro, o que é uma pena.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que ótimo Joyce!
      Obrigada haha
      Beijos

      Excluir

 
Todos os direitos reservados © - Tecnologia do Blogger Layout e desenvolvimento por Carla Vieira · Ilustração por Laura Melo